1

A sequência desta série de paradidáticos que compõem o Programa Children (anteriormente conhecido como Programa The Boy and the Money) funciona de forma semelhante a uma série de televisão. Nesta, todos os espectadores de diferentes idades, culturas e classes sociais que a estão acompanhando desde o lançamento assistem a primeira temporada, depois que terminam a primeira assistem a segunda temporada e depois a terceira. No caso da série temática impressa do Programa Children, acontece algo muito semelhante: o trabalho com a parte impressa começa pelo primeiro título – The Boy and the Money – e, depois que tiver terminado, então sim a turma poderá começar a estudar com o The Boy, The Money and The Three Piggy Banks e, quando o trabalho com este acabar, então sim se começa o trabalho como último título: The Boy, the Money and the Anthoper.  As crianças aprendem com o exemplo, a trajetória do personagem tem uma evolução que começa no primeiro livro e só vai acabar no terceiro.

Cada título desta série chega às mãos o aluno acompanhado de respectivo Suplemento dos Pais em português, estabelecendo um vínculo entre os pais e as escolas. O professor da instituição adotante recebe digitalmente três manuais para cada livro, um deles orientando como trabalhá-lo com alunos na faixa etária dentre 5 e 6 anos, outro manual com orientações sobre como trabalhar este mesmo título com a faixa etária entre 7 e 8 anos e o último manual para trabalhar ainda este título com alunos entre 9 e 10 anos.  O mesmo acontece com o segundo e o terceiro livros da série temática que compõem a parte impressa do programa.

Os manuais vêm no formato cronograma, aula a aula, passo a passo, porém buscando não  “engessar” o trabalho do professor, uma vez que ele conta com a assessoria pedagógica que está incluída no programa e que vai fazer uma adaptação do programa à realidade da escola, a carga horária de seus cursos, sua linha pedagógica, etc…num trabalho bem personalizado. Sobre detalhes do conteúdo dos manuais, o site do issuu poderá auxiliar.

Sugestão de Implantação

tabela-1

Assessoria pedagógica (capacitação para implantação e suporte + acompanhamento)

A quantidade de aulas/horas indicada para cada faixa etária em cada manual ou o estilo de suas atividades propostas não vão ser perfeitas para as necessidades de todas as escolas. É então que a assessoria pedagógica vai ouvir a escola para conhecer sua realidade, necessidades, carga horária de seus cursos, perfil de seus professores e alunos, linha(s) pedagógica(s), etc… O trabalho é bem personalizado, há escolas que pedem intensivos de férias, outras querem diluir as aulas indicadas no manual para poder trabalhar com a parte impressa durante o semestre inteiro ou até um ano, outras querem ver toda a série temática num mesmo semestre e assim vamos adaptando nossa assessoria caso a caso.